7 lições que todo empreendedor deve aprender dos animais!

Nós seres humanos seríamos mais ricos e mais sábios em todas as áreas da vida se tão somente observarmos ao nosso redor e analisarmos a forma como operam as coisas na natureza.  Este é um tema bastante profundo, mas hoje quero focar a leitura principalmente em 7 lições que tenho aprendido de 7 animais que vivem ao nosso redor, e algumas vezes nos lugares mais escondidos e enigmáticos do nosso planeta.

Inicialmente vou escrever sobre as lições aprendidas de 4 animais que são mencionados na Bíblia pelo grande Sábio Rei Salomão em Provérbios 30:24-28.

“Quatro coisas há na terra que são pequenas, entretanto são extremamente sábias; as formigas são um povo sem força, todavia no verão preparam a sua comida; os coelhos são um povo débil, contudo fazem a sua casa nas rochas; os gafanhotos não têm rei, contudo marcham todos enfileirados; a aranha apanha-se com as mãos, contudo anda nos palácios dos reis.”

No final compartilharei sobre mais 3 animais, os quais também considero que nos dão grandes lições que podem ser aplicadas em nossas empresas e no nosso dia a dia. Vamos lá!

1.  As formigas.

A formiga, segundo Salomão, é um animalzinho sem muita força, mas é tão sábio que trabalha arduamente durante o verão para que quando o inverno chegar já tenha armazenada uma quantidade imensa de provisões e não necessitará correr e arriscar sua vida nas chuvas torrenciais de inverno buscando comida para si e para sua família.

A formiga, sem ter dúvidas, nos ensina a importância da previsão, a preparação e a disciplina.

Todo empreendedor que não se prepara para tempos difíceis corre o risco de sofrer tremendos apuros em sua vida e com eles frustrações, perdas de relações, saúde instável, conta bancária vazia, etc.  O pior de tudo é que esses problemas não somente o afetariam como também a todos aqueles que o rodeiam, incluindo família e amigos.

Pelo contrário, se o empreendedor se prepara com conhecimentos, se autodisciplina para fazer as coisas que mais importam em sua vida e sabe colocar suas prioridades, chegará o momento em que as oportunidades tocarão na sua porta e o encontrarão preparado para sair e fazer a diferença na sua comunidade, em seu país ou no mundo inteiro!

2.  Os coelhos.

O coelho, relata também Salomão, é um animal muito sábio porque constrói sua casa entre as rochas e ainda que venham ventos fortes, desastres ambientais ou fortes chuvas ele estará seguro em sua casa porque seu fundamento, suas paredes e teto são sólidos.

O coelho, então nos dá uma tremenda lição sobre a importância de ter bases sólidas de Moral e Ética.

Este é um tema muito importante para ser abordado, principalmente pela situação que vem passando o Brasil, entretanto podemos dizer que a corrupção não é um problema que afeta somente o nosso país, já que é uma epidemia sofrida por muitos países no mundo inteiro, só que em diferentes escalas.

Hoje mais do que nunca existe a necessidade de ensinar as novas gerações de empreendedores a importância de crescer e avançar em uma sociedade com fortes valores morais e éticos, já que são estes valores que darão a esta nação uma base sólida para poder competir com as grandes potências econômicas a nível mundial.

3.  Os gafanhotos.

Os gafanhotos, diz Salomão, não têm rei ou líder, mas no momento de sair para conquistar territórios fazem de uma maneira muito organizada e todos cooperam de tal maneira que se convertem em um exército invencível.

A lição que aprendemos dos gafanhotos é a importância de trabalhar em equipe, de cooperar com os outros e ter um propósito ou uma missão clara do que se quer conseguir.

Os gafanhotos não necessitam de um chefe que os recordem do que precisam fazer.  Eles sabem perfeitamente quais são os seus propósitos, organizam-se e atuam comprometidamente para alcançá-los.

É essa atitude que todo empreendedor deve adotar para saber trabalhar em equipe e cooperar com os demais ainda que se apresentem diferenças na forma de pensar de cada um, o propósito deve sempre ser uma meta em comum.

4.  As aranhas.

E aqui termina alguns exemplos dos provérbios de Salomão, falando de como a aranha sendo um inseto que se rasteja e facilmente se agarra com a mão, vai e constrói sua casa em qualquer lugar, até no palácio de um rei.  Posso ver mentalmente o Rei Salomão sentado em seu trono e observando como uma aranha, sem se importar com a presença do rei, constrói sua casa na janela de seu palácio!

A lição clara que aprendemos das aranhas é a sua autoconfiança e determinação para lograr seus objetivos.

Elas não ficam pensando que são pequenas e insignificantes e que existem animais muito maiores ao seu redor.  Elas acreditam que são capazes e se determinam a construir sua casa nos lugares mais altos e seguros  sem dar muita atenção as críticas, as circunstâncias ou as ameaças que as rodeiam.

A autoconfiança e a determinação são dois elementos muito importantes que todo empreendedor deve ter antes e durante a execução de seus projetos.  São estes elementos que impulsionam toda pessoa a conseguir coisas que antes eram inimagináveis.

5.  Os cachorros.

Alguns de meus animais favoritos são cachorros, já que acredito que é indiscutível a lealdade que eles são capazes de dar a seus donos.  Existe uma frase que diz que “o cachorro não morde a mão daquele que o alimenta”, e quão certa é essa frase!

Então, a lição que podemos aprender dos cachorros é a capacidade de ser leais com aqueles que se preocupam com eles.

A falta de lealdade é outra epidemia que se percebe atualmente em nossa sociedade e no mundo inteiro.  Por causa da falta de lealdade muitas famílias se desintegram, empresas e grandes organizações quebram e partidos políticos se dividem causando tensão e inseguridade numa nação inteira.

A lealdade deve ser um elemento sumamente essencial para os membros de toda a empresa e principalmente das startups, que estão sendo formadas por dois ou mais integrantes.  Isso porque no início não se tem muitos recursos para empreender e estar unidos no mesmo propósito e atuando com lealdade levará os idealizadores do projeto a lutar juntos para conseguir todos os recursos necessários para fazer crescer o negócio.

6.  As abelhas.

As abelhas, diferente dos gafanhotos, sim tem uma rainha, não simplesmente para governá-las, como também para reproduzir e permitir que a espécie nunca desapareça.  Na sociedade das abelhas, conhecida como colmeia, distinguem-se três castas: a rainha, o zangão e as operárias.

As lições que aprendemos das abelhas são a capacidade de organização, especialização e delegação de trabalho.

Nunca vamos ver as abelhas caçando outros animais ou desovando nas praias, já que esse não é o propósito de sua existência. Elas são especialistas em polinização e em produção de mel.  Durante sua vida de aproximadamente 45 dias, uma abelha operária voa uns 800 km e só produzirá metade de uma colher de mel trabalhando de 7 a 10 horas por dia.  O incrível é que realizam o seu trabalho com tanta paixão e entrega e sem pensar em quão breve é sua existência!

As lições que todo empreendedor deve aprender das abelhas são muitas e é muito importante que sejam tomadas em conta desde que a startup está dando seus primeiros passos, já que é durante essa etapa que as funções e responsabilidades de cada membro da empresa devem ser definidas e delegadas.

7.  As águias.

A águia é um dos animais mais majestosos de toda a criação.  Entre todas as aves é a que possui maior longevidade já que pode chegar a viver até 70 anos. Entretanto, para chegar a essa idade, aos 40 anos deve tomar uma difícil decisão a qual consiste em despojar-se de suas velhas garras, bico e penas para renovar-se totalmente e começar uma nova etapa de sua larga vida.

lições para empreendedores

Seu bico largo e pontiagudo se curva apontando contra seu peito, suas asas envelhecem e se tornam pesadas e de penas grossas. Estando velha e cansada, voar para caçar se torna mais difícil. É durante esta etapa que a águia tem que decidir entre duas alternativas: morrer ou enfrentar seu doloroso processo de renovação que durará 150 dias.

A lição que aprendemos da águia é a do poder de decisão para abandonar velhos estilos de vida e maus hábitos enraizados em nosso inconsciente,  e optar por uma mudança radical da nossa forma de pensar ou Mindset, ainda que nos sintamos incomodados ou com dores durante o processo.

No mundo dos negócios, essa mudança radical da nossa forma de pensar é conhecida como mudança de mindset. Essa renovação da mente e o abandono de velhos e maus hábitos é super importante para poder crescer pessoalmente e também para poder influenciar positivamente a todas aquelas pessoas que nos rodeiam.

Finalmente, todo empreendedor deve dar importância ao conceito de Mudança de Mindset, já que, por exemplo, uma pessoa que quer enriquecer para impactar positivamente o mundo, não pode continuar com uma mentalidade pobre e produzindo resultados medíocres.  É sumamente importante que primeiramente renove sua mente e tome novas atitudes para enfrentar as dificuldades da vida com muita garra e nunca desistir!

Para concluir vamos resumir o que aprendemos destes 7 animais maravilhosos da criação.

O grande Sábio Rei Salomão fala sobre 4 animais: formigas, coelhos, gafanhotos e aranhas.  Das formigas aprendemos sobre previsão, preparação e esforço.  Os coelhos nos ensinam sobre a importância de criar fundamentos sólidos baseados na moral e na ética.  Os gafanhotos nos dão lições sobre a importância de trabalhar em equipe, cooperação e sobre ter propósitos e metas claras.  Das aranhas aprendemos a importância de agir com autoconfiança e com determinação em tudo o que empreendemos.

Os animais que eu escolhi foram três: cachorros, abelhas e águias.  Os cachorros nos ensinam a importância de atuar sempre com lealdade e ainda mais com aquelas pessoas que se preocupam com a gente.  As abelhas nos incentivam a sermos organizados, a trabalhar com paixão e a ficarmos expertsno que fazemos. E finalmente as águias nos dão uma tremenda lição do poder de decisão e sobre a importância de mudar nossa forma de pensar e de mudar as nossas atitudes, sempre pensando na renovação.

Espero ter chamado a atenção de vocês para observarem e refletirem sobre como operam todas as coisas na natureza e para que também ponham em prática as lições aprendidas.

Compartilhem esta leitura com seus amigos e se você tem outra lição que aprendeu com algum animal ou com algo que observou na natureza é só escrever nos comentários.

Abraços!

Leave a Comment

WhatsApp Fale conosco!