7 Segredos para o Sucesso no Vale do Silício

Empreendedorismo

Muitos executivos e empreendedores de várias partes do mundo viajaram para o Vale do Silício para aprender os segredos do sucesso. Entre as empresas mundialmente conhecidas com sede no Vale do Silício estão: Apple, Alibaba, Hewlett-Packard, Cisco, Google, Nvidia, Netflix, Facebook, Twitter, Oracle, Tesla, Symantec, Intel, Visa, Chevron, entre outras.

O que há por trás da Meca mundial dos negócios tecnológicos? O que encontrar quando se passa alguns dias ou alguns meses no Vale do Silício? Aqui vamos listar alguns pontos importantes na cultura que revoluciona o mundo com a criação de seus negócios milionários.

Segredo #1.  Eles unem a audácia com a determinação.

As pessoas que trabalham no Vale do Silício são especialmente equilibradas com relação ao fracasso e se sentem muito cômodos com este tipo de experiência. Para elas, a magia não é quando tudo acontece como previsto, senão a oportunidade de testar, de errar e depois de um grande aprendizado finalmente triunfar.

“Se você traçar metas absurdamente altas e falhar, seu fracasso será muito melhor que o sucesso de todos.” – James Cameron, cineasta.

Segredo #2.  Possuem uma liderança forte que permite a colaboração. 

Os líderes no Vale do Silício combinam visão com a habilidade de construir uma organização que atraia os melhores pensadores. E ainda que essa liderança seja muito importante, o que impulsiona o negócio é a habilidade de aproveitar a mente coletiva da organização. As melhores companhias investem nos colaboradores e os diretores atuam mais como facilitadores e conectores, resultando em mais retroalimentação e registrando o progresso.

Segredo #3.  Dão aos colaboradores mais espaço para atuar.

As companhias mais sólidas, dirigidas por seus fundadores, reconhecem o que realmente motiva as pessoas. Colaboradores engajados com a missão esperam a oportunidade de dar forma as suas ideias, ser representativo no crescimento do negócio e desenvolver suas habilidades de liderança. Quanto mais autonomia tenham os colaboradores, mais provável que queiram se manter na empresa.

Segredo #4.  Constroem plataformas e não produtos.

A diferença de um produto e uma plataforma é que esta é definida com base em seus usuários. As empresas no Vale do Silício pensam em termos de ecossistemas, redes de trabalho e serviços que podem compartilhar. Esses elementos são cruciais para crescer rapidamente.

Segredo #5.  Pensam como engenheiros e consumidores.

Nas companhias no Vale do Silício todos os níveis organizacionais estão desenhados para observar os problemas desde a perspectiva do usuário e decifrar como criar a maior experiência.

Segredo #6.  Sabem que o dinheiro só nos levará até certo ponto.

Os empreendedores com grandes ideias, mas com pouca experiência nos negócios, precisam tanto de  instruções e infraestrutura como de dinheiro. As empresas de capital de investimento muitas vezes não somente atuam como braços financeiros, elas pensam em ajudar também com espaços para que seja desenvolvido o trabalho. As melhores startups buscam investidores que possam conectá-las com espaços mais amplos, sendo dessa forma um apoio adicional.

Segredo #7.  Fazem bem as aquisições.

O ritmo é o que realmente importa quando se trata de aquisições de sucesso. A oportunidade de fazer um movimento não se encontra nas etapas iniciais de uma startup, e sim no meio, quando já é um conceito provado e está pronto para escalar. As grandes empresas também deveriam evitar um controle extremo depois de uma aquisição. As pessoas responsáveis necessitam saber quando dirigir e quando deixar que seus novos sócios ponham o ritmo.

empreendedores

Leave a Comment

WhatsApp Fale conosco!